área do associado
Preenchimento obrigatório.Digite apenas os números.
Preenchimento obrigatório.Formato inválido.
parceiros
Notícias << voltar
 
30/01/2014 - Comércio deve se ajustar à obrigatoriedade de alerta sobre superendividamento
 
         Em nota, Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) comunica que apesar de ser favorável a medida, avalia que a obrigatoriedade de colocação de avisos alertando o consumidor sobre os problemas do superendividamento estão ainda pouco claras para os empresários. Segundo a norma, a publicidade dos produtos de crédito deverá envolver elementos e processos que orientem o uso responsável do serviço. Para a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul - FCDL-RS, a iniciativa é positiva, mas é preciso verificar o como as mensagens serão veiculadas na prática. - A FCDL-RS já vem há alguns anos em plena campanha junto aos consumidores a favor do que chamamos de endividamento consciente. Espera-se que os bancos sigam essa proposta, ao mesmo tempo em que tomem iniciativas realmente importantes para promover o crédito saudável - explica o presidente da entidade, Vitor Augusto Koch.

Assim como acontece com as propagandas de cigarros e remédios, a publicidade relacionada a crédito bancário também será acompanhada de uma mensagem em 2014. O alerta chamará a atenção para os riscos do superendividamento. A medida faz parte de um normativo sobre crédito responsável elaborado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em novembro do ano passado. A medida entrou em vigor no início de 2014.

A FCDL-RS acredita que outras questões devem ser avaliadas. A entidade considera inconcebível, por exemplo, que o sistema financeiro continue operando com as taxas de crédito ao consumidor mais elevadas do mundo, seja no cheque especial, cartão de crédito ou empréstimo pessoal.

- Entendemos que restringir empréstimos a quem não tem capacidade de pagamento é uma necessidade, mas isso deve obedecer a critérios bem definidos, como grau de comprometimento comprovado da renda pessoal e histórico de inadimplência - ressalta o presidente.

A entidade varejista do Rio Grande do Sul apoiará as ações dos bancos em favor do crédito consciente, pois acredita ser importante informar o consumidor sobre o assunto, para que ele possa organizar suas finanças. Ainda assim, é preciso estabelecer regras mais claras em relação aos empréstimos.

 
 
(54) 3291.1307 - cdl@cdlsaomarcos.com.br
Av. Venâncio Aires, 1085 sala 502
Bairro Centro - 95190-000 - São Marcos - RS
Desenvolvido por Ongate